Logo Unioeste
0
0
0
s2sdefault

Remi Schorm

À frente da direção do Campus de Toledo pela segunda vez o professor Remi Schorn fala das metas e projetos para os próximos anos e ainda dos desafios da gestão para manter o desenvolvimento da Instituição. Remi possui graduação e especialização em Filosofia pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e doutorado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Atualmente é pesquisador e professor associado da Universidade Estadual do Oeste do Paraná com interesse em Filosofia da Linguagem, Filosofia da Ciência, Epistemologia e Filosofia da Cosmologia, principalmente nos seguintes temas: ciência, epistemologia, falibilismo, conhecimento e crítica. Foi Pró-reitor de Extensão da Unioeste de janeiro de 2014 a dezembro de 2015 e é Diretor do Campus de Toledo desde janeiro de 2016.

Quais as metas a curto prazo para o Campus?

  1. Ampliar os vínculos institucionais com os segmentos organizados da sociedade regional, construindo entendimentos comuns e fomentando parcerias, convênios e reciprocidade de atuação, de forma a podermos, juntos, crescer e retribuir, cada vez mais, o investimento público;
  2. Defender a expansão da oferta de cursos de graduação com a criação de um Centro de Indústria Criativa, com atuação e ênfase nas novas tecnologias e suas relações com a produção de ciência, arte e cultura, ouvindo a comunidade acadêmica e em consonância com as demandas da sociedade regional;
  3. Lutar para ampliação dos recursos financeiros e orçamentários junto ao Governo do Estado;
  4. Construir a via de acesso ligando a rua às passarelas na Entrada principal, buscando melhorar o conforto e a satisfação de todos;
  5. Asfaltar, conforme Plano Diretor, o estacionamento entre o Ginásio e o RU e prédio de Salas de Aula do Campus;
  6. Construir o novo auditório para consolidar o Centro de Eventos do Campus;
  7. Concluir o prédio do Pgdfron;
  8. Disponibilizar o prédio do Teatro para uso;
  9. Apoiar de maneira decisiva as atividades do PEE, buscando garantir recursos e quadro técnico permanente e capacitado para que a inclusão seja cada vez mais adequada, implementando instrumentos de acessibilidade em todos os espaços;
  10. Buscar recursos para melhoria do acesso viário ao InPAA e da acessibilidade interna;

Qual projeto de trabalho que pretende implantar na sua gestão?

Uma universidade se faz com pessoas e para pessoas. Assim, vamos ampliar a descentralização da gestão administrativa do Campus, delegando competências e compartilhando informações e responsabilidades com os diretores de centros, coordenadores de cursos, agentes universitários e representantes estudantis. Assim, buscaremos criar instâncias de debate aberto com a comunidade universitária sobre os principais temas e problemas do Campus de forma a constituir avaliação, entendimento e proposição de soluções com ampla participação dos interessados. Essa via de atuação estimula o tratamento equitativo entre docentes e agentes universitários, como determina o Estatuto da Unioeste e abre espaço para defender que o Plano de Carreira, Cargos e Salários e consolide a titulação efetivamente adquirida pelos Agentes Universitários, assim como incentiva a luta pela implantação da classe de Professor Titular na instituição.

Entendemos que é importante contrapor-se à terceirização das atividades operacionais e buscar concurso público para agentes universitários efetivos. Que devemos incentivar a inserção dos agentes universitários nos mestrados e doutorados da nossa instituição e defender a ascensão profissional de todos aqueles que buscam essa qualificação.

Vamos defender que a Unioeste estabeleça rubrica financeira específica para o apoio permanente aos cursos de graduação, seus laboratórios, projetos e meios de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão e, o estabelecimento de contrapartida institucional ao PROAP/CAPES para que os cursos de Pós-graduação Stricto Sensu disponham de condições para sua consolidação.

Vamos defender que a Unioeste implante uma diretoria de assistência estudantil, munida de recursos próprios para gerir a política de assistência estudantil que contemple atendimento médico, odontológico e psicológico, moradia estudantil, restaurante e bolsas para estudantes de baixa renda;

Qual a visão que o senhor tem hoje da Instituição tanto no âmbito regional, estadual e nacional?

A Unioeste é uma instituição jovem, entretanto, bastante avançada em sua consolidação como representante dos diversos saberes. Há uma caminhada necessária para termos, efetivamente, a universalidade das áreas e temas de pesquisa. Acreditamos que o entendimentos generalizado das pessoas que fazem a Unioeste é de que devemos continuar buscando avançar na construção de uma instituição cada vez mais completa.

Estamos cientes de que a conjuntura nacional e estadual requer uma defesa clara e objetiva da Unioeste e das demais Instituições de Ensino Superior do Paraná. Nossa luta na defesa da excelência acadêmica considera o conjunto dos programas, projetos e vidas que fazem as nossas Universidades. Tivemos no passado, temos hoje e assumimos compromisso com as pessoas em mobilizar ideias e contribuir para que a Unioeste e o Campus de Toledo possam seguir no esforço coletivo por mais conquistas. Nossas condições de trabalho estão diretamente relacionadas com a qualidade da nossa atividade fim.

Sabemos que na UNIOESTE foram os esforços realizados por docentes, agentes universitários e acadêmicos, os responsáveis pelos avanços até aqui. Em uma conjuntura adversa como a atual, as conquistas da Unioeste dependem de muita clareza teórica, luta, trabalho e responsabilidade com a construção de uma verdadeira instituição de ensino, pesquisa e extensão.

A qualificação do corpo docente e dos agentes universitários, a melhoria da infraestrutura, o desempenho dos estudantes nas avaliações externas, o crescimento qualitativo e quantitativo das pesquisas e publicações, a qualidade de nossos cursos de graduação e pós-graduação, o fortalecimento e crescimento das atividades de extensão e o reconhecimento público que a UNIOESTE alcançou são frutos da dedicação de mulheres e homens que não perderam a esperança e fazem da melhoria do serviço público uma missão. Destacamos o esforço e cuidado dos agentes universitários para com nosso Campus. Apesar de o quadro ter sido reduzido drasticamente por conta de intervenções na nossa autonomia administrativa, as atividades são desempenhadas com zelo e dedicação. Isso é compromisso com a universidade pública.

Apesar das dificuldades enfrentadas pelas Universidades públicas, temos a convicção de que a UNIOESTE tem potencial humano que lhe permite avançar na qualidade. Com coragem e ousadia faremos esta instituição cada vez melhor.

Qual o perfil do Campus?

Nosso Campus de Toledo tem 10 cursos de Graduação: Ciências Sociais, Engenharia de Pesca; Engenharia Química; Filosofia Licenciatura Matutino, Filosofia Licenciatura Noturno; Química Bacharelado; Química Licenciatura; Secretariado Executivo Trilíngue, Serviço Social e Ciências Econômicas.

Na Pós Graduação Stricto Sensu, são 14 cursos em 10 programas: Mestrado em Bioenergia (Em Associação de IES); Mestrado em Ciências Ambientais; Mestrado em Ciências Sociais; Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional e Agronegócio; Mestrado em Economia; Mestrado e Doutorado em Engenharia Química; Mestrado e Doutorado em Filosofia; Mestrado em Química; Mestrado e Doutorado em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca; Mestrado em Serviço Social.

É uma marca desse Campus a verticalização e a diversidade de áreas de pesquisa. O Campus de Toledo é uma universidade em construção no sentido da interação entre as áreas e o compromisso e visão institucional que permeias as concepções publicamente defendidas.

Em uma universidade não há áreas mais importantes, apesar de haver áreas mais consolidadas, entretanto, é na complementaridade e interação dos conhecimentos que a instituição se faz.

Queremos contribuir para que a Unioeste seja cada vez mais um espaço de liberdade e crescimento pessoal e profissional. As potencialidades humanas de cada um devem ter o ambiente adequado para se desenvolver e, junto com a sociedade organizada, podermos contribuir significativamente para o desenvolvimento regional, com novos e mais elevados desafios. Uma Universidade com União, Dignidade e Avanço é o que todos queremos.

Por: Patrícia Bosso

0
0
0
s2sdefault