Logo Unioeste
0
0
0
s2smodern

A direção da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (Huop) informaram na manhã desta quarta-feira (14) que a juíza titular da 1ª Vara do Trabalho, Drª Ingrid Muzel Castellano Ayres Barreiros, ao analisar a petição da Procuradoria Jurídica da Universidade, reconheceu a importância do atendimento prestado pelo hospital e decidiu pela extinção da execução da sentença da Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho, desta forma, o Huop pode manter os contratos com os médicos terceirizados.

Na decisão à juíza declara que “diante da situação fática apresentada, verifica-se que há risco iminente aos hospitalizados e àqueles que necessitam de serviços médicos e hospitalares da cidade e região, o que justifica o caráter urgente da presente decisão”, ela ainda conclui que “o dom da vida se sobrepõe e qualquer formalidade, tanto que é garantia fundamental assegurada pela Constituição Federal”.

De acordo com o diretor Geral do Huop, Edison Leismann, diante da decisão da Justiça o hospital irá organizar, o mais breve possível, um chamamento público para contratação dos novos profissionais terceirizados já que os contratos dos atuais profissionais vencem no próximo dia 27.

Terceirizados

Atualmente, o quadro de funcionários terceirizados do Huop conta com: 130 médicos; 23 enfermeiros; 08 bioquímicos; 07 farmacêuticos; 02 gastrônomos; 02 nutricionistas; 02 fonoaudiólogos; 02 psicólogos; 01 serviço social.

HUOP

O hospital caracteriza-se como um polo de referência em: prestação de assistência integral à saúde dos usuários do SUS, nas áreas de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar, desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão, aprimoramento dos processos de gestão dos sistemas de atenção ambulatorial e hospitalar e aperfeiçoamento do modelo assistencial focado em resultados com ênfase em práticas integrais e humanizado.

É referência em alta complexidade para 119 municípios paranaenses, dentre os quais destacam-se os municípios de Cascavel, Toledo, Foz do Iguaçu, Umuarama, Medianeira, Marechal Candido Rondon, Francisco Beltrão, Pato Branco, Palotina, Guaíra, Assis Chateaubriand, dentre outros.  

Atualmente, o hospital conta com 238 leitos, alas de internamento, ambulatório com 45 especialidades e 10 subespecialidades, Centro Cirúrgico, Centro Obstétrico, UTI Adulto, UTI Pediátrica, UTI Neonatal, UCI, Pronto Socorro, Setor de Diagnóstico por Imagem (hemodinâmica, tomografia computadorizada, mamografia, ecografia, endoscopia e eletrocardiograma), Serviço de Radiologia, Banco de Leite Humano e Centro de Atenção e Pesquisa em Anomalia Craniofacial – CEAPAC .

O hospital, mensalmente, realiza uma média de 109 cirurgias eletivas; 121 cirurgias gerais (com as emergências); 419 atendimentos no CO (principalmente partos) 3.017 atendimentos ambulatoriais; 218 atendimentos de ortopedia (cirurgias) e 856 atendimentos de ortopedia (ambulatório) 826 no Pronto Socorro; 1.177 internamentos (AIH); 38.319 exames laboratoriais e 5.181 exames de imagem.

b204dd27 dc84 412d b4dc bc27a8bdc4bd

0
0
0
s2smodern