Logo Unioeste
Você está aqui: HUOP Serviços Serviço Social
O Serviço Social no HUOP tem como objetivo principal intervir no processo de recuperação da saúde do usuário, na condição de cidadão de direitos, atuando de forma a assegurar o acesso aos bens e serviços relativos aos programas e políticas sociais. 

Atende, de forma multidisciplinar entre outras, as seguintes demandas: pacientes e acompanhantes adolescentes; pacientes que: manifestam interesse em entregar o recém-nascido para adoção; não recebem visitas; necessitam de acompanhante; sem endereço fixo; provenientes de outros estados e países; com histórico de dependência de substâncias psicoativas; internados por agressão, violência doméstica ou suspeita de violência e/ou abuso; pacientes que, em decorrência de doenças ou acidentes, tornam-se acamados (preparo da família para alta); desconhecidos. O Serviço Social acolhe à família em caso de óbito e orienta sobre procedimentos burocráticos. Realiza orientação à família e pacientes quanto a benefícios sociais e previdenciários.

Diante destas demandas, o Serviço Social intervém por meio de atendimento individual e em grupo, tanto a pacientes quanto a familiares. Utiliza do instrumental da entrevista, com o suporte de formulários para levantamento da realidade sócio-econômica-familiar do paciente. Realiza contatos com a rede de serviços para coleta de informações e encaminhamentos a fim de viabilizar um atendimento integral ao paciente. Elabora relatórios e pareceres sociais, solicitados e encaminhados para diversos serviços, principalmente Conselhos Tutelares, Vara da Infância e da Juventude e Secretarias Municipais de Saúde e Assistência Social.

PROJETOS DESENVOLVIDOS

  • Projeto Alta Programada: projeto multiprofissional para o preparo da família e do paciente acamado para alta. O Serviço Social realiza atendimentos às famílias a fim de prepara-las para o recebimento do paciente em sua residência, faz contatos com a rede de serviços a fim de garantir suporte à família e ao paciente;
  • Ambulatório Pós-UTI: projeto de extensão para o atendimento de pacientes que passaram por internamento na UTI. O Serviço Social atua no sentido de verificar as mudanças sócio-econômicas-familiares ocorridas com o internamento e busca realizar encaminhamentos para auxiliar nessa reinserção social. Ocorre uma vez por semana.
  • Ambulatório de Adolescentes Gestantes: parte integrante do projeto de extensão do ambulatório de alto risco. Tem por objetivo acompanhar as adolescentes em suas necessidades sócio-econômicas-familiares, auxiliando-as a se prepararem para a maternidade por meio de atendimentos individuais e encaminhamentos para a rede de serviços diante de necessidades elencadas. Ocorre uma vez por semana e outros casos são encaminhados ao setor conforme a necessidade. Espera-se identificar situações de risco previamente para a realização de encaminhamentos antes do parto e para a ocorrência do parto de forma mais tranquila e humanizada.
  • Grupo com famílias de pacientes internados na Psiquiatria: realizado toda semana, com o objetivo de orientar as famílias para a efetivação do tratamento das crianças e adolescentes internados em decorrência da dependência química;
  • Grupo com mães acompanhantes de bebês internados na UTI-Neonatal e UCI: realizado quinzenalmente, com objetivo sócio-educativo e entretenimento;
  • Grupo de prevenção à violência com acompanhantes de pacientes internados na Pediatria;
Além dos atendimentos e projetos acima citados, o Serviço Social participa de diversas comissões internas (Comissão de Humanização, Comissão Iniciativa Hospital Amigo da Criança, Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) e de atividades externas, como o Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (COMAD) e reuniões da rede de serviços.

Contatos: (45)3321- 5304 (recepção do Serviço Social); 5214/5266/5115.

E-mailEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.