Logo Unioeste
Pró-Reitoria de Graduação
01 / 01

Pró-Graduação

Pró-Reitoria de Graduação

Você está aqui: Graduação Comunidade Externa (Estrangeiros, Futuros e ex-alunos) Futuros alunos CUIA - Comissão Universidade para Índios
Cuia1 Lei Estadual nº 13.134, de 18 de abril de 2001.

Lei Estadual nº 14.453, de 08 de julho de 2004.

Lei Estadual nº 14.995, de 9 de janeiro de 2006.

Estabelecem que 6 (seis) vagas em cada uma das universidades públicas estaduais do Paraná, deverão ser reservadas à índios integrantes das sociedades indígenas do Paraná.

 A opção pelo curso ocorre no ato da matrícula na instituição escolhida pelo candidato.

CUIA ESTADUAL

A partir da publicação da Lei Estadual nº 13.134/2001, modificada pela Lei Estadual nº 14.995/2006, sobre a reserva de vagas suplementares para indígenas nas Universidades Estaduais Paranaenses, a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SETI delegou competência às Universidades para que, em conjunto, organizem o Vestibular Específico Interinstitucional dos Povos Indígenas, doravante designado Vestibular dos Povos Indígenas no Paraná.

Para tanto, a SETI emitiu a Resolução Conjunta nº 01/2001 com a composição de uma Comissão Interinstitucional para Acompanhamento dos Estudantes Indígenas, atualizada pela Resolução nº 61/2014.

O léxico "CUIA" foi escolhido, em primeiro lugar, como forma de abreviação do nome da Comissão Universidade para os Índios e, em segundo lugar, o acréscimo da letra "A" para designar um utensílio importante na cultura indígena, propiciando maior sonoridade à sigla, bem como atribuindo valor semântico à mesma.

No tocante às atribuições dessa Comissão, a SETI publicou a Resolução Conjunta nº 006/2007, ressaltando que compete à CUIA:

1. proceder a discussão, avaliação e propor a adequação dos instrumentos legais do processo seletivo a que se refere as Leis nº 13.134/2001 e nº 14.995/2006;

2. realizar integral e anualmente o processo seletivo específico e interinstitucional, elaborando e apresentando relatório conclusivo;

3. acompanhar pedagogicamente os estudantes indígenas nas universidades e nos seus respectivos Colegiados de Curso;

4. avaliar sistematicamente o processo geral de inclusão e permanência dos estudantes indígenas nas universidades;

5. elaborar e desenvolver projetos de ensino, pesquisa e extensão envolvendo os estudantes indígenas e suas respectivas comunidades;

6. sensibilizar e envolver a comunidade acadêmica acerca da questão indígena;

7. buscar diálogo, integração e parcerias interinstitucionais.

A partir de então, a SETI publica as atualizações necessárias mediante mudança de representantes das IES na Comissão Estadual.

Membros da Cuia Local/Estadual - Unioeste

  • Elenise Lesczynski – Pró-Reitoria de Graduação
  • Eloá Soares Dutra Kastelik – Campus de Foz do Iguaçu
  • Paulo Borto Borges – Campus de Cascavel