Logo Unioeste

  

 Natureza do Exame

Um exame de proficiência em leitura em língua estrangeira é um exame que pretende avaliar a capacidade de compreensão e interpretação do aluno na leitura de diferentes tipos de textos. O que se privilegia em um exame desse tipo são as estratégias usadas pelos candidatos na construção de um sentido para o texto que está lendo. Não se trata, portanto, de um exame que se concentra em conhecimentos gramaticais e lexicais e sim em competência de leitura.

A proficiência em leitura em língua estrangeira significa ser capaz, a partir de um texto, de construir sentidos, utilizando não apenas seu conhecimento da língua – de estrutura e vocabulário – e de como os textos funcionam, mas também seu conhecimento de mundo e de contexto sócio-histórico em que vive. Entende-se, então, o leitor competente em língua estrangeira, como ativo, como participante, interagindo com o texto na negociação de seus sentidos.

Para comprovar essa proficiência é necessário ter conhecimento linguístico, de vocabulário e de gramática. Outro conhecimento necessário é o conhecimento discursivo que se refere à compreensão do funcionamento do texto na sua realização tendo presente os diferentes tipos textuais – narrativos, dissertativos e descritivos. Os títulos, subtítulos e os elementos visuais, tais como gráficos, diagramas, figuras que acompanham o texto, também são importantes, pois podem trazer informações relevantes para a construção de seu sentido, bem como o conhecimento da fonte, data e autor.

Dessa forma, um exame que privilegia essa visão de leitura amplia as chances do candidato de conseguir um bom desempenho, pois ele não depende exclusivamente de seu conhecimento da língua em questão.