Logo Unioeste
  • Unioeste
  • Avaliação Institucional

04 Easy Resize

O Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP) inaugura seis novas alas e setores, sendo elas: SVOR, a Agência Transfusional, a Ala G2, a UTI Pediátrica, o Pronto Socorro (Primeira etapa da ampliação) e o Núcleo de Mama.

O HUOP, fundado em 1989 como Hospital Regional tem uma longa história de serviços a população, prestando atendimento de qualidade gratuitamente. Esta casa de saúde transformou-se em Hospital Universitário no ano de 2000 e conta atualmente com 215 leitos, divididos em: ambulatórios de especialidades, Centro Cirúrgico, Centro Obstétrico, UTI Adulto, UTI Pediátrica, UTI Neonatal, UCI, Pronto Socorro, Centro de imagens (Hemodinâmica, tomografia computadorizada, mamografia, ecografia, endoscopia e eletrocardiograma), Serviço de radiologia e Banco de Leite Humano.

Essas alas estão divididas nas seguintes unidades: Prédio principal, Pronto Socorro, Ambulatório, Hemocentro e CEAPAC, constituído por: LACEPE, Ensino, Banco de Leite Humano e Setores Administrativos.

Os serviços hospitalares prestados pelo HUOP atingem uma gama enorme de ações assistenciais na área da saúde, sendo referência regional em alta complexidade nas áreas de gestação de alto risco, traumatologia, cirurgia vascular e neurologia. 

O HUOP realiza cirurgias eletivas e de urgência. São cerca de 57 mil consultas ambulatoriais anualmente atendendo uma população de aproximadamente 2 milhões de pessoas.

 

SVOR (Serviço de Verificação de Óbitos Regional)

O Serviço de Verificação de Óbitos Regional agora implantado neste Hospital Universitário foi construído no decorrer dos anos de 2016 e 2017. A sala de verificação de óbitos conta com uma câmara fria, macas, e demais ferramentas para execução das necropsias e autópsias. Ao todo o investimento da obra é de R$ 263 mil, em uma área de 172,53 m2.

Por intermédio do Governo do Paraná e Unioeste, o HUOP possui o credenciamento do Ministério da saúde, tornando-se assim um dos 46 SVO’s espalhados pelo Brasil. Segundo o principal idealizador do projeto o médico patologista Sérgio Nascimento Pereira, esse tipo de serviço no HUOP é de fundamental importância, “O HUOP é uma das quatro regionais que possui esse atendimento e essa conquista é resultado de muita luta”. ressalta Sérgio. O SVOR atenderá 85 municípios da região Oeste e Sudoeste do Paraná.

Agência Transfusional

A implantação da agência Agência Transfusional dentro do HUOP, próximo as alas, permitirá o mais rápido transporte de bolsas de sangue para atendimento aos pacientes internados e que necessitam de transfusão. A sala utilizada para esse serviço conta com área de 33 m2, e passou por reformas para adaptações elétricas, hidráulicas e de estrutura, abrigando assim o serviço que é de suma importância para o hospital. Foram investidos R$ 64 mil na obra.

Enfermaria Geral 2 (Ala G2)

A ala G2 funcionará como enfermaria de clínica médica e cirúrgica, com capacidade de atendimento para 30 leitos. O total investido na obra é de R$ 466 mil, em uma área de 455,65 m2. A reforma da Ala G2 é de suma importância para aliviar outras áreas do hospital, tendo em vista o número de atendimentos realizados pelo corpo médico. 

UTI Pediátrica

A nova UTI Pediátrica conta com cinco leitos, equipados com a mais alta tecnologia para o cuidado de pacientes. A área é nova e foi construída especificamente para este fim, não sendo necessário reformas ou adaptações.  A UTI atenderá a demanda de toda macrorregião encaminhada ao HUOP, atendendo as mais diversas especificidades. No total foram investidos R$ 524 mil para realização dessa obra.

Pronto Socorro (primeira etapa da ampliação)

O Pronto Socorro é referência em atender traumas. Por mês são mais de 1500 atendimentos realizados na Ala. As obras começaram no ano de 2015 e a primeira etapa, que conta com 500 m2, está sendo inaugurada em novembro de 2017. A previsão é de conclusão total da reestruturação no fim de 2018, assim, o novo Pronto Socorro do HUOP contará com 26 leitos, ambulatórios, salas de observação organizadas e preparadas para o fluxo de atendimentos que são realizados. O valor investido é de 2,4 milhões de reais, e ao final serão 1229,29 m2 de área.

cleo de mama

O Núcleo de Mama é oriundo de uma emenda parlamentar da então Deputada Federal, Cida Borghetti. O Mamógrafo disponibilizado pela atual Vice-governadora é de tecnologia digital e com estereotaxia, o qual permite a biópsia de micro lesões impalpáveis e a confirmação dos cânceres iniciais da mama; propiciando desta maneira, uma excelente possibilidade de cura para os pacientes - serviço este, de alta tecnologia até então não disponível na nossa região via sistema SUS.

O núcleo terá por objetivo a recepção dos casos suspeitos de câncer detectados nas mamografias de rotina em toda a macro região, onde efetuaremos as biópsias com a tecnologia dispostas neste aparelho. 

0
0
0
s2smodern