Logo Unioeste
Você está aqui: HUOP Serviços SAREH
Logo SAREH
Contato do SAREH/HUOP: (45)33215445 ( Edneia ou Daniela)
Gmail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Endereço: Av. Tancredo Neves, 3224 - Bairro Santo Onofre
Fone/Fax (45) 3321-5151 - CEP 85.806-470 - Cascavel - PR.

 

Responsáveis pelo núcleo de apoio ao SAREH na SEED.
Coordenadoras: Claudineia Maria Vischi Avanzine, Thais Gama da Silva e Sonia Maria Romaniuk Machado
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

 

Responsáveis pelo núcleo de apoio ao SAREH no NRE de Cascavel.
Dorimar Backes
Fone: (45) 33332832


O que é o SAREH?


O SAREH -  Serviço de Atendimento À Rede de Escolarização Hospitalar, é um programa da Secretaria Estadual de Educação - SEED, acompanhado pelo Núcleo Regional de Educação - NRE de Cascavel, vigora no Hospital Universitário do Oeste do Paraná - HUOP, através de um convênio estabelecido entre a UNIOESTE  e a SEED.

O programa SAREH, tem por objetivo atender crianças, adolescentes e jovens, impossibilitados de frequentar a escola por motivos de enfermidade, em virtude de internamento hospitalar ou de outras formas de tratamento de saúde, oportunizando assim a continuidade no processo de escolarização ou mesmo a inserção ou reinserção em seu ambiente escolar.

No Hospital Universitário do Oeste do Paraná – HUOP, a equipe do SAREH é composta por uma pedagoga e três professoras, que atendem prioritariamente alunos de 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental – Séries Finais e Ensino Médio, além daqueles matriculados na Educação de Jovens e Adultos – EJA e os alunos das Séries Iniciais do 1º ao 5º ano.

O programa se fundamenta numa relação estreita com a escola de origem do aluno para garantir a continuidade dos estudos formais.


Estruturação e Organização do Trabalho Pedagógico.


O trabalho é estruturado com uma pedagoga com carga horária de 40 horas /aulas e três professoras, cada uma com carga horária de 20 horas/aulas semanais em cada área: Ciências Exatas, Códigos e Linguagens e Ciências Humanas. Contam também com o interlocutor do programa que é representado por um funcionário do Hospital – HUOP. As aulas acontecem no período da tarde nos leitos e na brinquedoteca da ala G1 - Pediatria, atendimentos em grupo na ala da Psiquiatria e diretamente nos leitos da ala F2 - Clínicas Médicas e Cirúrgicas, G3 - Orto e Neuro, UTI – Unidade de Terapia Intensiva Adulta e UTI Pediátrica, PS - Pronto Socorro e quando necessário atendem as adolescentes gestantes no CO – Centro Obstétrico e mães adolescentes que acompanham seu filho(a) na UCI – Unidade de Cuidados Intermediários ou na UTI Neonatal.

O Acompanhamento do Trabalho Pedagógico.

O SAREH/SEED/DEEIN  - Serviço de Atendimento à Rede de Escolarização Hospitalar, Secretaria de Estado da Educação  e  Departamento de Educação Especial e Inclusão, acompanham e capacitam os professores nos  trabalhos pedagógicos da Educação Hospitalar.  O Núcleo Regional de Educação - NRE de Cascavel, através da equipe de Ensino da Educação Especial acompanham e supervisionam o trabalho pedagógico do SAREH com orientações em todo o processo e capacitação dos professores nas diversas disciplinas do conhecimento.

Amparo Legal.


Bibliografias:


ABRAPIA. Mãe, se eu for para o hospital, você vai estar comigo? Guia de orientação sobre serviços de saúde para educadores e acompanhantes de crianças e adolescentes hospitalizados. Petrópolis: Autores e Agentes Associados, 1997.

AROSA, Armando; SHILKE, Ana Lúcia (Orgs.). A escola no hospital: espaço de experiências emancipadoras. Niterói, RJ: Intertexto, 2007.

_____. Quando a escola é no hospital. Niterói, RJ: Intertexto, 2008.

CECCIM, Ricardo B.; CARVALHO, Paulo A. Criança hospitalizada: atenção integral como escuta à vida. Porto Alegre: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1997.

FONSECA, Eneida S. da. Atendimento pedagógico-educacional para crianças e jovens hospitalizados: realidade nacional. MEC/Seesp. Revista Integração, ano 9, 1999.

_____. Classe hospitalar: atendimento pedagógico-educacional à criança e ao adolescente hospitalizados. Rio de Janeiro: Gráfica Uerj, 2008.

_____. Atendimento escolar hospitalar: o trabalho pedagógico-educacional no ambiente hospitalar. A criança doente também estuda e aprende. Rio de Janeiro: Gráfica da Uerj, 2001.

_____. Atendimento escolar no ambiente hospitalar. São Paulo: Memmom, 2003.

KUDO, Aidê Mitie; MARIA, Priscila Bagio. O hospital pelo olhar da criança. São Paulo: Yendis, 2009.

LEITGEL-GILLE, Marluce (Org.). Boi da cara preta: crianças no hospital. Tradução de: Helena Ramos. Salvador: Edufba, Ágalma, 2003.

MASETTI, Morgana. Boas misturas: a ética da alegria no contexto hospitalar. São Paulo: Palas Athena, 2003.

MATOS, Elizete Lúcia. M.; MUGIATTI, Margarida M. T. de F. Pedagogia hospitalar: a humanização integrando educação e saúde. Petrópolis: Vozes, 2006.

MATOS, Elizete Lúcia. M. (Org.). Escolarização hospitalar: educação e saúde de mãos dadas para humanizar. Petrópolis: Vozes, 2009.

MEZZOMO, Augusto A. Fundamentos da humanização hospitalar: uma visão multiprofissional. São Paulo: Loyola, 2003.

NUCCI, Nely G. A criança com leucemia na escola. Campinas: Livro Pleno, 2002.

ORTIZ, Leodi C. M.; FREITAS, Soraia N. Classe hospitalar: caminhos pedagógicos entre saúde e educação. Santa Maria: Editora UFSM, 2005.

PAULA, Ercília Maria A. T. de; MATOS, Elizete Lúcia M. (Orgs.). Educação da criança hospitalizada: as várias faces da pedagogia no contexto hospitalar. Cadernos Cedes, Campinas, v. 27, n. 73, p. 249-368, set./dez. 2007.

TAAM, Regina. Pelas trilhas da emoção: a educação no espaço da saúde. Maringá: Eduem, 2004.

TORRES, Wilma da Costa. A criança diante da morte: desafios. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1999.

Caderno temático: Serviço de Atendimento à Rede de Escolarização Hospitalar